Últimas Notícias

Garotas lagartenses têm fotos íntimas espalhadas pelo Whatsapp

As duas tiraram fotos se exibindo no espelho, mostrando os seios.


Volta e meia, após descuido, cidadãos são vitimas do mundo virtual. Na cidade de Lagarto várias pessoas já passaram por um verdadeiro purgatório, após dados sigilosos, fotos e vídeos íntimos terem se espalhado pela grande rede, que hoje também envolve aparelhos de celular.
Tempo atrás uma jovem teve sua vida virada ao avesso depois de vídeos íntimos seus terem se espalhado como uma praga. Segundo informações, um suposto técnico de informática contratado para formatar o notebook teria copiado os arquivos e os propagados de forma criminosa pela internet. O caso foi notícia em toda a cidade e a jovem teve que se mudar para outro estado por não suportar a vergonha.
Mais recentemente um ex-vereador teve uma foto íntima sua compartilhada pelo programa de mensagens Whatsapp e ameaçou processar os responsáveis.
Tratando-se de Whatsapp, o programa é a mais nova febre da comunicação. Aposentou as tradicionais e frias mensagens de SMS, oferecendo uma verdadeira gama de mídia, como vídeos, fotos e mensagens faladas, através dos aparelhos de celular.
As facilidades tornaram-se armadilhas perigosas para adolescentes descuidados e até ingênuos.
Duas adolescentes lagartenses tiveram o azar de conhecer na pele o que é o inferno de ter suas intimidades conhecidas por milhares de pessoas. As duas tiraram fotos se exibindo no espelho, mostrando os seios.
Não se sabe como, se as fotos foram furtadas ou se elas próprias confiaram em alguém e acabaram enviando os arquivos, mas o fato é que boa parte dos usuários lagartenses de Whatsapp acabou vendo e baixando nos seus aparelhos.
As jovens excluíram suas contas da rede social Facebook e não se sabe por parte da família quais providências estão sendo tomadas, apenas que o estrago foi grande e para sempre na imagem das garotas, que precisarão de um bom tempo para se recuperar.
As mulheres são as vítimas mais comuns de crimes como este. "Até porque, por hábito, a mulher entende que vai ser uma prova de amor ela aceitar que seja registrada sua intimidade", explica Patrícia Peck Pinheiro, especialista em direito digital.
E muitos homens confundem: "Uma coisa é você poder tirar a foto ou fazer um vídeo e outra totalmente diferente é a publicação, que tem que estar sempre autorizada", revela Patrícia.
Publicar ou simplesmente mostrar imagens de outra pessoa em momentos íntimos já caracteriza crime. "Que é o expor a honra daquela minha namorada sem ela saber para outra pessoa, por mais que a outra pessoa seja meu amigo", ressalta a especialista.
Do Portal Lagartense


Comentários

Jornal Neopolitano Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Imagens de modelo por Bim. Tecnologia do Blogger.